Curaçao

O destino

Curaçao


O paraíso caribenho com um toque de história e cultura.

Um dos destinos preferidos pelos brasileiros, principalmente casais em lua de mel, Curaçao vem conquistando cada vez mais turistas que buscam relaxar em praias de areia branca e águas cristalinas. A ilha possui uma característica interessante que a diferencia de outras regiões do Caribe: é muito colorida. As casas possuem fachadas de cores distintas e alegres, assim como o mar, que apresenta diversos tons de azul completando essa magnífica paisagem.

Dono de praias que foram consideradas entre as mais belas do mundo, Curaçao possui também uma incrível diversidade de espécies marinhas, favorecendo a prática de mergulho e snorkelling na região. Devido ao relevo montanhoso, a maioria das praias fica localizada em pequenas baías cercadas de rochedos, o que torna a sensação térmica mais alta e o vento constante e suave.

Além das belas paisagens e praias paradisíacas, o país é também muito rico em cultura, e apresenta tamanha diversidade que é tido como um dos mais amistosos do Caribe. Sua arquitetura possui influências de diversas partes do mundo, mas principalmente da Holanda (país do qual foi Colônia). O grande número de museus e artistas locais também reflete muito sobre a incrível valorização da cultura popular de Curaçao, portanto é interessante conhecer os trabalhos de seu povo, que são surpreendentes.

Entre as principais atividades para se realizar na ilha, além do mergulho, estão as cavalgadas, os safáris de jipe, o ciclismo de montanha e a prática de esportes radicais, como o windsurf. Já em relação às atividades culturais, os diversos museus, cavernas e fortes que compões a paisagem do país são pontos de visita muito interessantes que contam um pouco sobre a história da ilha, que foi descoberta apenas um ano antes do Brasil.

Para hospedagem em Curaçao, o ponto alto são os resorts mais afastados do centro, que ficam perto das principais e mais bonitas praias , onde é possível desfrutar de uma atmosfera paradisíaca sem fazer muitos esforços. Outra opção é ficar em algum dos hotéis na capital Willemstad, que costumam oferecer transfers. Para se locomover por lá é comum também alugar scooters, bicicletas e carros, ou tomar passeios organizados para conhecer melhor a região.

Para quem pretende visitar o país, vale ressaltar que a região vive o ano inteiro no verão, mas o período em que o clima é menos seco é entre os meses de outubro e dezembro.

 

Lugares para visitar


Willemstad: a capital de Curaçao é uma cidade tipicamente portuária. Seus pequenos prédios coloridos criam uma paisagem que remete às origens holandesas do local, mas a região é marcada mesmo pela diversidade cultura. A famosa baía de Santa Anna divide a cidade em duas partes: Punda e Otrabanda que, juntas, apresentam uma mistura de mais de 55 nacionalidades. Além da exuberância, o que também atrai muitos turistas para o local são as compras livres de impostos. Quem passa por ali, também não pode deixar de conhecer o Sea Aquarium, onde é possível ver espécies raras de tubarões e flamingos, e ainda nadar com golfinhos e tartarugas marinhas.

Cavernas Hato: as cavernas, que ficam próximas à praia, porém um pouco mais escondidas, foram os lares de escravos fugitivos na ilha durante a época da escravidão. Um passeio por ali revela a incrível história do local, que possui interessantes formações rochosas com indícios de que já esteve algum dia submerso.

Kenepa: a mais famosa praia do país, Kenepa foi também considerada uma das mais belas do Caribe. Localizada entre duas montanhas rochosas, possui um pequeno bar/restaurante que atende os visitantes, mas a grande atração do local realmente é o mar. Azul turquesa cristalino e com uma enorme diversidade de peixes e seres marinhos visíveis, esse mar surpreende cada vez mais turistas que vão até ali para conhecer a praia e voltam encantados.

Mansion Chobolobo: é um dos mais tradicionais passeios de Curaçao, que consiste em visitar a fábrica do mundialmente famoso licor que leva o nome da ilha. A construção é muito bem cuidada, e possui hoje um pequeno tour que ensina para os visitantes um pouco da história e da criação da bebida, e de alguns outros produtos locais. A atração conta ainda com um restaurante e uma loja na saída.

Rif Fort: o forte, que foi construído em 1828 com o intuito de proteger a baía de Santa Anna das invasões estrangeiras, foi recentemente reformulado e é hoje um dos principais pontos da cidade. Com diversos restaurantes, bares e algumas lojas, é um local que fica bastante agitado durante a noite. Para quem vai até o local, a pedida é se sentar em um dos restaurantes que ficam em frente ao mar e saborear uma refeição com uma paisagem incrível e um ventinho refrescante.