Florença

O destino

Toscana, capital Florença


Se vocês estão planejando a lua-de-mel, não sabem ainda o endereço, mas querem ir a um lugar que, além de inspirar muitos encontros românticos, também tenha cultura e tradição histórica, belas paisagens, vinhedos para visitar e muita arte, então uma boa opção pode ser a cidade de Florença, na Toscana.

Ao redor de Florença ficam muitas das mais belas e interessantes cidades italianas, como a esplêndida Florença (a capital regional), Siena, Pisa, Lucca e San Gimignano, todas repletas de obras de arte. Com justa razão, a Toscana é uma das regiões da Itália mais visitadas por apaixonados do mundo inteiro.

Toscana foi berço do espírito renascentista e onde as transformações no pensamento e na cultura italiana atingiram uma expressão superlativa.

As paisagens toscanas apresentam uma sucessão de colinas suaves, revelando os vinhedos dos Monti del Chianti, de Monterregioni, de Montalcino (pátria do incensado Brunello), de San Gimignano ou de Montepulciano.

O clima é mediterrâneo, suas temperaturas variam entre 6°C no inverno e 30°C no verão.

A cidade de Florença, a capital, fica no centro da região Toscana e de lá há trens e ônibus para todos os lugares. Os principais pontos de interesse são tão próximos entre si que os casais mais animados podem visitar mais de uma cidade por dia.

Mas, além de Florença (sua principal jóia), há outras pequenas e elegantes cidades, algumas rurais, outras de praia, que valem um roteiro completo. Siena e sua arquitetura gótica, Pisa e sua torre inclinada, Lucca e suas muralhas de pedra, Fiesole e suas maravilhas etruscas... cada uma tem atrativos imperdíveis.

Vá preparado para curtir os simples prazeres da vida, como degustar vinhos nas plantações de uva, provar delícias da culinária local, admirar esculturas e outras obras de arte a céu aberto ou em museus de primeira qualidade.

É uma deliciosa experiência percorrer a Toscana pelas estradinhas que cortam olivais, vinhedos e bosques de ciprestes, atravessar vales e colinas, desfrutar de bucólicas paisagens que inspiraram tantos artistas e surpreender-se com uma sucessão de minúsculos vilarejos de ar ainda medieval. Hoje, provavelmente não há outro lugar no mundo com tal concentração de obras de arte medievais e renascentistas - pinturas, esculturas e impressionantes preciosidades arquitetônicas.

Onde ir

Dias de muito romance


Não deixe de visitar a Ponte Vecchio. Ao longo da ponte, há vários cadeados, especialmente no gradeamento em torno da estátua de Benvenuto Cellini. Apesar de inusitado, este fato é ligado a um tema romântico e muito amoroso: antigamente, os amantes acreditavam que ao trancar o cadeado e lançar a chave ao rio, eles se tornariam eternamente ligados.

Visite os museus florentinos, eles são recheados de obras de arte antiquíssimas e de artistas renomados, mas existe um que o casal não poderá deixar de visitar de maneira alguma: a Galleria degli Uffizi, o mais importante museu de Florença e de toda Europa, pois reúne artistas e suas obras dos séculos XIII a XVIII, tais como Sandro Botticelli com suas Primavera, O Nascimento de Vênus e A Adoração dos Magos, entre outros; Leonardo da Vinci e O Baptismo de Cristo e A Anunciação; ou Michelangelo e o The Doni Tondo.

Para comer, em Florença, destacamos a Enoteca Pinchiorri (Via Ghibellina, 87) por ser um dos melhores restaurantes italianos, com preços a condizer (o acervo de vinhos será o maior da Europa) e O Sabatini (Via Pancini, 9), é igualmente caro e reconhecido pelas especialidades toscanas. Outro destaque de Florença é a arquitetura. Visite a Basílica di Santa Maria del Fiore, que é a catedral (ou Duomo, com o campanário assinado por Giotto), da Arquidiocese da Igreja Católica Romana de Florença. Ela é notada por sua monumental cúpula e também por seu campanário, símbolo de riqueza e poder da capital da Toscana nos séculos XIII e XIV. Sua beleza exuberante provoca em seus visitantes um misto de enlevo e prazer. Impossível não sentir-se impelido ao amor estando diante de tão majestosa beleza.

Vá também até Grosseto. É a maior cidade do sul da Toscana e ótima base para conhecer essa região. De lá, é fácil chegar à praia do Parco Naturale della Maremma e a pequena Garavicchio, onde fica o Il Giardino dei Tarocchi (Jardim do Tarô), de Niki de Saint Phale.

Já em Lucca, as antigas muralhas protegem até hoje as construções medievais, além de impedir a circulação de carros no centro histórico. Visite o templo religioso San Michele in Foro, as Piazzas Antelminelli e Napoleone, a Via Fillungo e as ruínas do Anfiteatro Romano, na Piazza del Mercato. Você vai sair encantado da terra natal do pintor ítalo-brasileiro Alfredo Volpi (1896-1988).

Amantes do vinho precisam visitar uma pequena cidade: Scansano, onde é fabricado o Morelino di Scansano, um dos vinhos mais conhecidos da Itália. Entre vinhedos e oliveiras, estão construções dos séculos 15 e 16, como o Chiaccio Forte e o Palazzo Vaccarecci. Imperdível!