Pousada Zé Maria

 

Pousada Zé Maria


Eleita a Melhor Pousada do Brasil há 6 anos seguidos (2004 a 2009)

Preservando o conceito de ecologia a Pousada Zé Maria foi concebida num projeto ecologicamente correto, que não retirou nenhuma árvore do local onde foi construída. E em seu projeto paisagístico foram plantadas mais de 800 árvores. A pousada também utiliza um moderno sistema de tratamento e reaproveitamento de água.

Na construção de seus bangalôs foram respeitadas todas as normas técnicas do Ibama e dos órgãos gestores de Fernando de Noronha. A idealização dos bangalôs construídos em palafitas teve um propósito ecologicamente corrento: não interromper o curso natural das águas das chuvas, sendo assim cada vez menor o impacto de uma obra da envergadura da pousada do Zé Maria.

Quase toda energia consumida na Pousada é proveniente da captação da Energia Solar.

Eleita a Melhor Pousada do Brasil há 6 anos seguidos ( 2004 a 2009)
Escolhida várias vezes como a melhor pousada do Brasil, a Pousada Zé Maria faz parte do roteiro de charme de Fernando de Noronha e possui uma vista privilegiada da praia da Conceição e do Morro do Pico.

Qual o segredo do sucesso? A paisagem certa, o serviço impecável e o dono gente boa. O lendário Zé Maria é a alma do lugar. Montou a pousada num terreno cercado de verde e com ótima vista para o Morro do Pico - inclusive da varanda de alguns bangalôs.

Quando José Maria Sultanum, o Zé Maria, abriu a pousada em 2002, eram apenas cinco quartos. Hoje são 21. Em todos eles há cama king-size, ótimo enxoval e ar-condicionado silencioso; mas três bangalôs especiais são ainda melhores e surpreendem com hidro na varanda e TV de plasma de 56".

A piscina de borda infinita tem vista espetacular para o morro do Pico.

O amplo restaurante da pousada tem até shusibar e festivais gastronômicos nas noites de 4a. e sábado.

Os serviços prestados aos clientes são bastante elogiados. As praias de Fernando de Noronha mais próximas são: Cachorro, Meio e Conceição, que distam cerca de quinze minutos da pousada.

A Pousada Zé maria oferece três tipos de acomodações:

Bangalôs especiais - 03 unidades com aproximadamente 80m2, vista para o Morro do Pico e o mar no horizonte.

Bangalôs - 12 unidades com aproximadamente 50m2, vista para a vegetação da ilha.

Apartamentos Especiais - 06 unidades com aproximadamente 25m2, sem vista e com varanda compartilhada.

Todos os bangalôs são construídos em jatobá, com isolamento térmico e acústico com revestimento interno em Dry-wall.

As diárias incluem café da manhã.

 

 


O Arquipélago

Fernando de Noronha é um arquipélago vulcânico isolado no Atlântico Equatorial Sul, sendo sua ilha principal a parte visível de uma cadeia de montanhas submersas. O Arquipélago, com seu rico ecossistema e uma beleza natural estonteante, sempre despertou a atenção de povos de todas as partes do planeta, interessados em conhecer de perto esse verdadeiro oásis em meio à imensidão azul do oceano.

Não há limite imposto no tempo de permanência na ilha, estando o mesmo vinculado ao pagamento da Taxa de Preservação Ambiental, no desembarque, sendo a mesma progressiva, aumentando na medida que se extende a permanência.

O turismo ecológico é a vocação natural da ilha. As belezas intocadas, inesquecíveis e incomparáveis, contribuem para atenuar eventuais desconfortos, fazendo com que o espírito de aventura se espalhe no ar.

Atividades Submarinas

Dois tipos de mergulhos podem ser praticados em Fernando de Noronha: o mergulho autônomo, com cilindros e o mergulho livre (apnéia). A pesca submarina é completamente proibida. Para o mergulho autônomo existem 3 empresas locais, realizando dois tipos básicos: o batismo submarino e os mergulhos voltados para pessoas já com experiência anterior. Como opção existe ainda o mergulho de reboque, sendo o pioneiro o PLANASUB.

Passeios de Barco

Várias embarcações, com capacidade média de 20 passageiros, realizam passeios diários com saídas pela manhã e início da tarde do Porto de Santo Antônio, seguindo para as ilhas secundárias, Ponta da Sapata, passando pela Baía dos Golfinhos com parada na Baía do Sancho para banhos e mergulhos.

Passeios de Buggy

Embora algumas praias possam facilmente ser alcançadas a pé, é bem provável que haja necessidade de alugar um buggy para os deslocamentos pela ilha. Existem várias locadoras que alugam buggies para voçê mesmo dirigir. Para deslocamentos curtos, pode-se utilizar táxis. Este serviço é prestado pela NORTAX, uma cooperativa de bugueiros.

Caminhadas

Muitos locais do Arquipélago deixam de ser conhecidos, devido a seu difícil acesso. Praias exóticas, espremidas entre escarpas, cavernas, morros etc, são excelentes opções para caminhadas. Os melhores locais estão dentro da área do Parque Marinho de modo que a companhia de um fiscal é obrigatória e necessária. Recentemente foram inauguradas várias trilhas temáticas em projeto do Governo de PE em conjunto com o PED/Ministério do Meio Ambiente além das novas trilhas na área do Parque Nacional Marinho - PARNAMAR.

Evite, dentro do possível, deslocar-se ao Arquipélago em períodos de alta estação, principalmente entre 3 de Janeiro a 28 de Fevereiro. Além do fluxo elevado de turistas, o mar normalmente neste período está bastante agitado. O período ideal de visita é de 7 ou mais dias, possibilitando assim um maior aproveitamento.

Para os velejadores, que sempre visitam o arquipélago, existe uma pequena e ainda insuficiente estrutura no porto, incluindo banheiros e chuveiros. Toda embarcação de recreio, ao chegar, deve comunicar-se imediatamente com o controle portuário, através do canal 12 ou 16 de VHF marítimo, para instruções. Não é permitido o atracamento dentro do molhe de proteção, devendo todas as embarcações ficar atracadas ao largo, na parte externa. A administração cobra taxa de preservação para os tripulantes e passageiros, bem como taxa de ancoragem.